Segredos de Um Modo Antigo de Orar por Gregg Braden

Segredos de Um Modo Antigo de Orar por Gregg Braden, ele é autor dos livros “A Matriz Divina” e “Efeito Isaías”.  Gregg Braden nos conta uma ótima história e assim vamos juntos refletir e buscar incorporar em nossas vidas e assim conseguir viver melhor, viver com plenitude, viver com liberdade.

Segredos de Um Modo Antigo de Orar por Gregg Braden

Ele começa assim…

 

“Quando saí do mundo corporativo, no Início dos anos 90, me vi em pleno deserto do norte do Novo México, onde eu moro hoje, que é um lugar lindo. E naquela época houve a pior seca da história no deserto do sudoeste americano.

 

Um amigo me chamou um dia e disse:

 

Gregg, gostaria de ir comigo a um lugar….

 

Adoro essa frase, ele disse:

 

“Um lugar onde a pele entre os mundos é bem fina… para orar pela chuva. ”

 

Nem precisou perguntar de novo, eu disse: – Com certeza.

 

Nos encontramos no local combinado e caminhamos por mil acres do mais lindo deserto.

 

Chegamos a um círculo de pedra, que estava ali há muito tempo. Ele nem sabia quem tinha colocado as pedras ali e eu não estava preparado para o que eu vi, porque meu amigo David tirou os sapatos e entrou descalço no círculo.

 

Ele fechou os olhos e saudou todos seus ancestrais virando-se para os pontos cardeais.

 

O que ele disse literalmente foi:

 

“- Todos meus ancestrais, todos meus ancestrais, estão comigo agora, estão comigo agora. ”

 

20 segundos depois, ele olhou para mim e disse:

 

– Estou com fome, quer comer alguma coisa?

 

Eu disse: – É claro, mas achei que ia orar pela chuva.

 

Ele disse: – Não… se eu orar pela chuva nunca choverá porque quando oramos para alguma coisa acontecer, estamos apenas confirmando que sabemos que isso não está acontecendo, e assim damos mais poder ao que queremos mudar.

 

Falei para ele: – Se não rezou para chover nos 20 segundos… o que você fez?

 

E ele disse: – Quando fechei os olhos, senti o que sinto quando piso descalço na lama de nosso vilarejo. A lama está lá porque há muita chuva. Eu senti o cheiro que se sente quando a chuva cai nas paredes de barro de nosso vilarejo, senti o que se sente quando se corre pelos campos de milho e o milho cresceu muito alto, porque choveu muito. Me senti muito grato e apreciei a chuva que já caiu!

Segredos de Um Modo Antigo de Orar por Gregg Braden

Mais tarde naquele dia, David explicou o que queria dizer com aquelas palavras. Ele começou descrevendo como os anciões de sua aldeia lhe ensinaram os segredos da oração, quando ele era muito jovem. A chave, disse, é que quando pedimos que alguma coisa aconteça, damos poder ao que não temos. Orações para curar fortalecem a doença. Orações para chover, intensificam a seca. Continuar pedindo por essas coisas, apenas dá mais poder para aquilo que gostaríamos de mudar.

 

Ele descreveu como o sentimento de Gratidão e Reconhecimento foram o complemento das orações, como o AMÉM dos cristãos. Em vez de agradecer pelo que havia criado, David disse que se sentia agradecido por ter participado da criação. “Com nossos agradecimentos, nós respeitamos todas as possibilidades ao mesmo tempo que trazemos para esse mundo a que escolhemos. ”

 

Segundo Braden, poucos dias depois uma chuva torrencial caiu naquele lugar como resposta direta a oração que David havia feito em conexão com seus ancestrais.

 

Sempre que eu leio ou ouço esta pequena história, em minhas reflexões me pergunto sobre como podemos nos relacionar melhor com Deus, com o Universo, com a Natureza, com nós mesmos, ou com o que reconheçamos Ser a nossa transcendência.

 

Qual a postura que tomamos diante dos nossos encontros diários com as aparentes dificuldades que encontramos? Somos co-criadores ou vítimas clamando por migalhas em um Universo de abundância, amor e sabedoria infinitos?

 

Uma das respostas que percebo é a de que podemos acrescentar esta modo antigo de orar” em nossos momentos diários de recolhimento. Se queremos amor, que nos sintamos amadas(os), se queremos saúde, tenhamos ela viva dentro de nós. Sentir e agradecer as nossas intenções como se já as estivéssemos vivendo.

Sentir e agradecer, respeitando todas as possibilidades que temos, são as chaves para a realização, pois colaboram na obtenção dos resultados e graças que queremos para nossas vidas.

 

Se esta reflexão fez sentido para você, desde já agradeço profundamente a oportunidade de compartilhar! Se acredita que este artigo também pode ajudar outra pessoa, então compartilhe!!!

 

Harmonia Sempre!!!

 

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *