Don Ruiz Miguel AudioBook Livro Os Cinco Níveis do Apego

Don Ruiz Miguel AudioBook Livro Os Cinco Níveis do Apego

Don Ruiz Miguel AudioBook Livro Os Cinco Níveis do Apego – Aos 14 anos, Don Miguel Ruiz Jr. era aprendiz do pai Don Miguel e da avó Madre Sarita. A partir dessa idade, foi chamado para traduzir as orações, palestras e workshops de Madre Sarita, do espanhol para o inglês.

 

Desta forma, por meio de constante repetição e revisão, aprendeu o conteúdo dos ensinamentos em ambas as línguas. Com esse trabalho de tradução simultânea para Madre Sarita, Don Miguel Jr. passou a compreender o poder da fé. Viu em primeira mão como sua avó manifestava sua intenção para curar as pessoas, tanto física quanto espiritualmente.

Don Ruiz Miguel AudioBook Livro Os Cinco Níveis do Apego

O aprendizado de Don Miguel Jr. durou dez anos. Quando chegou aos vinte e poucos anos, seu pai intensificou seu treinamento. No ápice dessa jornada de poder, Don Miguel disse para seu filho mais velho: “Encontre o seu caminho. Vá para casa e domine a morte tornando-se vivo.”

Durante os últimos seis anos, Don Miguel Jr. aplicou as lições aprendidas com seu pai e sua avó para definir e desfrutar de sua própria liberdade pessoal enquanto alcançava a paz com toda a criação. Ser capaz de aplicar seus ensinamentos ao mundo ao seu redor deu a Miguel Jr. uma nova compreensão das lições que seu pai e sua avó passaram a ele, que mais uma vez lhe deu o desejo de transmitir sua tradição.

Don Ruiz Miguel Livro Os Cinco Níveis do Apego

Após décadas de treinamento, Miguel Jr. estava finalmente pronto para compartilhar tudo que tinha aprendido. Como um nagual na tradição tolteca, ele agora ajuda os
outros a descobrirem a saúde física e espiritual ideal, para que possam alcançar a própria liberdade pessoal.

Don Miguel Jr. é casado e tem dois filhos. E assim, como um nagual, ele começa mais uma vez a passar adiante a sabedoria e as ferramentas das tradições de sua família para ajudar os outros a alcançarem a própria liberdade pessoal e a saúde física e espiritual ideal.

Interessantíssimo
Esse livro é bastante interessante e apresenta conceitos complexos exemplificados belamente de um modo que o leitor pode trazer os conhecimentos para o mundo real. Pretendo relê-lo, pois acredito que esse é um tipo de obra ser apreciada e internalizada com o tempo e a prática. Recomendo.

Don Ruiz Miguel AudioBook Livro Os Cinco Níveis do Apego

Don Ruiz Miguel AudioBook Livro Os Cinco Níveis do Apego

Alguns Comentários Sobre o Livro:

 

Essencial!

A leitura desse maravilhoso livro nos proporciona lições fundamentais para uma vida mais livre, mais poderosa e pacífica.
Rápido e dinâmico o livro nos leva a despertar nossa consciência para 5 níveis do apego, através do conhecimento e de nossas crenças.

Leitura fácil

Leitura rápida que gera reflexão. Com o livro entendemos nosso próprio comportamento.
Livro interessante para reflexões sobre vivências e liberdade, sobre como criamos prisões para nós mesmos. Apesar de ter poucas páginas é repetitivo, no entanto passa seu recado e nos deixa aprendizados interessantes.  Os cinco níveis do apego é um livro que faz pensar sobre como cada nível influência nossas escolhas e nossa vida.

TOLTECAS MODERNOS

O livro apresenta os cinco níveis do apego sob a perspectiva “tolteca” que seria um povo antigo de origem mexicana, siignificando a palavra, etimologicamente, “artista”.
Os cinco níveis do apego são: 1. eu autêntico; 2. preferência; 3. identidade; 4.interiorização e 5. fanatismo.
O Eu Autêntico representaria o que o autor chama de “espelho nítido”, no qual o indivíduo consegue ver a si mesmo sem nenhuma névoa condicionante e nenhuma crença arraigada controladora de seus movimentos, seria um estágio ideal a ser alcançado, o nível mais desapegado de todos.
No nível da Preferência, existe apenas uma breve escolha, ainda consciente e nada controladora, considerada ainda saudável, apesar de já não mais ser considerado um nível desapegado. Existe uma alegoria utilizada de escolher torcer para um time, mas não ficar necessariamente triste caso ele perca o jogo.
Já na Identidade, existe um enevoamento do espelho e o comprometimento com a “torcida” pelo time é capaz de alterar o seu humor, embora este não controle suas emoções ao ponto de fazer com que seja impossível conseguir conversar com torcedores do time adversário, por exemplo. Você começa a se identificar com o time para o qual torce e a não se identificar com características dos adversários.
No penúltimo nível de apego, na Interiorização, o espelho está completamente enevoado e você se torna controlado por suas crenças. É o que o autor chamar de “domesticação pelo apego”. A identidade a qual acredita-se que se tem de si dita completamente a visão de mundo do indivíduo. Aí é onde reside o conceito de amor condicional. Ao olhar-se no espelho, em vez de notar-se a si mesmo, vê-se quais são as mudanças necessárias para que se possa ser amável. Enxerga-se apenas o que deve ser alterado para que se possa ser digno de amor (próprio e alheio).
O Fanatismo representa a intolerância e o adoecimento pela crença exacerbada em algo. A incapacidade de convivência com o diferente, a perda completa do respeito pelo outro.
Explicado os níveis do apego, alguns outros conceitos e teorias do livro também são dignos de nota.
Em um capítulo, o autor, Don Miguel Rui Jr., diz que o maior de todos os demônios é o amor. E explica de uma maneira inusitada que nossa busca incessante, desde a infância, por validação e aceitação são verdadeiros opressores de nossos eus. O amor se torna o maior demônio de todos porque desde a infância estamos sempre buscando a aprovação dos nossos pais, ansiando pela aceitação deles e nos diminuindo diante da desaprovação.
Achei interessante o convite que o autor faz à revisitação e reflexão acerca de nosso apego às nossas próprias crenças que podem estar limitando nossas ações e até mesmo controlando-as. A ideia do amor condicional também foi algo que me tocou pessoalmente porque identifiquei como uma prática pessoal.
Como todo bom livro que te convida ao autoconhecimento, é muito recomendado.
Finalizo com uma citação digna de nota:

“O conhecimento é a ponte que nos permite entender uns aos outros, ele funciona como um intrumento para podermos criar o sonho ou a realidade em que queremos viver”

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *