Deus é Luz

Dizem-nos na 1ª Epístola de João, o 1º capítulo: “Esta é a mensagem que recebemos dele e proclamamos a você que Deus é luz e nele não há trevas”. Isso é uma figura de linguagem ou um fato literal? Estou lhe dizendo por experiência própria: é um fato literal, pois Deus é luz!

Existem três afirmações muito firmes nas escrituras que definem Deus. Deus é luz. Deus é amor, e Deus é espírito. João nos diz aqui que Deus é luz, uma luz na qual não há trevas.

Agora tente me seguir de perto. O presente final para o homem é o próprio Deus e Deus é um revelador. O conhecimento do homem sobre si mesmo é baseado no conhecimento do revelador. As escrituras registram o que é dito do revelador. Ao despertar em você, leia as escrituras com atenção e descobrirá até que ponto Deus se revelou a você.

Jesus faz a seguinte afirmação: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida. ” Ele é a luz que ilumina todo homem quando ele entra no mundo. Isso é mesmo verdade? Em 1926, quando eu tinha 21 anos, estava visitando um amigo em Larchmont, NY. Ele era gerente de um clube particular, onde várias centenas de meninos e meninas estavam reunidos para dançar. Não entrei no grupo, mas me aposentei cedo, acendi a luz noturna e comecei a ler um livro. A próxima coisa que soube que o sol estava nascendo, a luz ainda estava queimando e o livro aberto estava deitado no meu peito. Eu sabia pelo número da página que não havia lido mais do que uma ou duas páginas antes de cair em um transe profundo, porque o livro não havia sido perturbado durante aquele longo período de talvez dez ou doze horas. Acordei me encontrando cataleptic. Meu corpo parecia congelado, mas eu estava consciente de ter voltado de me conhecer como um mar infinito de luz viva, líquida e vibrante. Não havia nada além de mim. Eu era a luz do universo e nada, nem um ser, existia fora de mim. Sem planeta, sem sol, sem lua – apenas um mar infinito de luz e eu a luz do mundo. Então, posso dizer por experiência própria: eu sou a luz do mundo!

Quando Deus despertar dentro de você (e ele o fará), você também saberá que você é Aquele que é a luz do mundo, e se Deus é luz, então você deve ser Deus! Depois que essa revelação acontece em você, todas as reivindicações feitas nas escrituras sobre Deus começarão a se desdobrar por dentro, exatamente como uma árvore em flor. Você saberá que Deus é amor, pois permanecerá na presença de amor infinito, abraçará e se tornará um com esse corpo.

Eu sou humano. Sou homem e, no entanto, sei que sou amor infinito. Desde o meu abraço, não tenho outro sentimento senão o corpo de amor que me abraçou. Enquanto estou aqui conversando com você agora estou usando apenas uma pequena parte de mim, apenas uma centelha de imensidão do meu próprio ser ardente. Sei por experiência própria que ajudo e ensino mais quando estou dormindo e depois quando estou acordado, pois agora, quando durmo, passo além do mundo dos sonhos para um mundo de espírito acordado. Sei pelo pensamento, pela imaginação, pelas visões que recebi de muitos de vocês, que são dardos ardentes disparados de meu próprio eu ardente. Esse mesmo ser de amor está despertando dentro de todos nós e quando ele acorda, por um intervalo, você se torna a nova lâmpada do mundo. Mas sua luz não está aqui. Está além do mundo dos sonhos por aqui, quem sabe que é a luz do mundo é sempre rejeitado. “Ele veio sozinho e o seu próprio não o recebeu.” Até seus próprios irmãos não acreditavam nele. Nesse nível, é sempre a mesma história, mas quando Deus desperta em você, você sabe quem você é; e quando o mundo te adormece, você está além do mundo dos sonhos, tendo entrado no mundo do Espírito despertando; e do seu ser ardente, você lança seus dardos na mente daqueles que você quer mexer, para aceitar sua mensagem de salvação.

Agora, deixe-me compartilhar com você esta experiência maravilhosa que foi compartilhada comigo. No sonho dessa senhora, eu estava no centro de uma plataforma elevada, cercada por muitas fileiras de pessoas, todas deformadas de várias maneiras. Como eu os instruí, um a um eles foram curados, então eles se levantaram e partiram. Percebendo uma madona feita de mármore ou pedra nas proximidades, ela a viu animada e dançou de alegria quando as palavras que eu falei a emocionaram. Então, algumas semanas atrás, ela teve esse sonho. Nele, eu era médico em um hospital que não tinha cirurgia ou drogas. Todo mundo simplesmente veio até mim e foi curado. Então ela fez a seguinte afirmação: “É minha esperança que esse hospital possa estar aqui”.

Posso dizer a ela: “Não, não está aqui neste nível”. Este é um mundo de trevas educadas, onde você e eu – seres infinitos como somos – entramos com um propósito, e apenas uma parte muito pequena do eu imortal entrou. É o que vemos aqui. Você é um ser infinito, pois você é Deus. Todo mundo é Deus, mas aqui estamos apenas uma centelha da imensidão de nosso próprio ser ardente. E porque, finalmente, somos um, quando alguém desperta e passa além do mundo dos sonhos, ele lança suas flechas nas mentes de todos, para despertá-las, para incendiar a chama, de modo que tudo o que é dito de Jesus Cristo (Deus personificado nas escrituras) ser experiente. Quando isso acontece em você, você não precisa de uma nova Bíblia ou de nenhum crédito nesse nível. Você não pede reconhecimento. Não foi concedido então e não deve ser concedido agora. Até as escrituras nos dizem que nem seus próprios irmãos acreditavam nele. Ele veio para o seu próprio povo e eles não o receberam. Ele estava no mundo e o mundo foi criado através dele e o mundo não o conhecia. Essa é a história.

Muito se fala da luz nas escrituras. Ele ilumina todo homem que vem ao mundo, porque sem sua centelha não se pode respirar ou viver. Deus realmente se tornou nós para que pudéssemos nos tornar Deus, que está despertando e se desenvolvendo em todos. Um dia você saberá que é toda luz, depois todo amor e, finalmente, todo espírito. Nenhum olho mortal o verá, pois, embora seu nascimento do alto não apareça neste mundo, as testemunhas do evento são mortais. Eles vêem o sinal do seu nascimento, mas não podem vê-lo porque você é espírito. Falando sobre você como se você não estivesse presente, eles falam de você nos termos mais incríveis, dizendo: “Como ele pode ter um bebê?” contudo, você pega o sinal em seus braços e o abraça da maneira mais agradável. Esse é o sinal do seu nascimento espiritual, revelando ainda outra definição de que Deus é espírito.

Sabendo que Deus é amor e luz, quando seu nascimento espiritual aparecer, você terá experimentado as três definições de Deus. Então, ainda se encontrando confinado a essa pequena parte minúscula de você, você ensinará e ajudará outras pessoas neste mundo. Não peça elogios, reconhecimentos, nada – simplesmente ensine-o, e noite após noite, enquanto você adormece, você passará além do mundo dos sonhos, e do mundo do espírito desperto, atirará suas flechas ardentes nas mentes daqueles quem te segue. Você os agitará e eles despertarão como você foi despertado. Em algum momento de sua vida, você ouviu a história e, enquanto dormia no mundo dos sonhos, alguém que conhecia a Deus por experiência própria disparou uma flecha em sua mente e seu espírito se tornou uma chama e Deus despertou em você. É o mesmo ser, pois não há raça em Deus, nem seita, nem cor;

Falamos de trevas e luz, mas as trevas são uma coisa – ou é a ausência de uma coisa? O buraco de uma meia é algo ou é a ausência de uma parte da meia? Estou falando da luz real – luz vibrante, viva e pulsante, que não tem nada a ver com o pigmento da pele. Eu visto todas as roupas – preto, amarelo, rosa e vermelho. Não sou maior em uma roupa do que em outra. Em Cristo não há grego, judeu, vínculo, liberdade, homem ou mulher. Deus é um em todos e Ele desperta em todos, e quando ele faz tudo o que é reivindicado de Jesus Cristo é experimentado. Um dia, tendo desempenhado o papel central, você também fechará os olhos e deixará este mundo. Tendo acertado bem suas flechas, aqueles que ouviram e acreditaram que você acordará. Eles podem esquecer você em um momento que realmente não importa, pois a história eterna é registrada no evangelho.

Nesse nível, você pode começar a partir daqui, agora, e realizar qualquer sonho. Posso lhe dizer: você vai viver a vida que está imaginando, então imagine bem! Imagine a coisa mais gloriosa do mundo e – não importa quão maravilhosa seja -, posso lhe dizer que não é nada comparado ao ser que você realmente é. Nada neste mundo pode chegar perto do ser que você realmente é. Este mundo de César é apenas uma pequena parte do seu ser infinito, mas enquanto você estiver aqui, sonhe nobremente. Sonhe sonhos encantadores, pois você pode realizar tudo se estiver disposto a imaginar que os tem agora. Comece agora a imaginar que você é o homem (a mulher) que você gostaria de ser e, independentemente do que acontecer amanhã, na próxima semana ou no próximo mês, se você persistir na suposição de que você já é o que deseja ser, você se tornará neste mundo de carne e osso. Tudo aqui desaparecerá, sim – mas por que não testar seu poder criativo? Então você começará a provar o poder latente dentro de você e descobrirá que pode conjurar, de sua própria profundidade, coisas que são aparentemente impossíveis, conjuradas pelo mero ato de suposição. Se você se atreve a agir e persiste em agir como se isso fosse verdade e isso se tornar um fato, você saberá a verdade de seu poder criativo.

A promessa que você terá que assumir na fé. Digo por experiência própria: é verdade. Eu experimentei o fato de que Deus é amor, o fato de que Deus é o Pai. Quem pensaria que um nascido em 1905 (e meu amigo que está aqui hoje à noite – em 1911) sem formação social, intelectual ou financeira, experimentaria o fato de que somos Deus Pai. O filho de Deus, Davi – aquele que decretou: “Vou falar do decreto do Senhor. Ele me disse: ‘Tu és meu Filho, hoje te gerei’ ”- é o nosso Filho. Quem pensaria que nós, nascidos no século 20, somos o Pai de alguém que deveria ter vivido 1000 aC, quando não temos memória além desse pequeno momento no tempo. Posso voltar aos três anos de idade em minha memória, mas ambos voltamos à mesma memória e lembramos de alguém que supostamente viveu 3000 anos atrás.

Sabemos por experiência que somos os que declararam: “Você é meu filho, hoje eu te gerei.” Sabemos que somos o ser imortal que assumiu a mortalidade para testar nosso próprio poder infinito, tornando-se apenas uma pequena parte dele. Tendo desempenhado as várias partes que concordamos em desempenhar, a Paternidade tornou-se mais uma parte de nossa consciência, e Davi ficou diante de nós e nos chamou de Pai. Esta é a emoção que está reservada para todos.

Então, quando minha amiga viu essa cura, ela viu corretamente, pois em 1946 fui levantada e cantou um coro celestial: “Neville ressuscitou. Neville ressuscitou – todos antes de mim foram aperfeiçoados em harmonia com a perfeição que brotava de dentro de mim. Isso está reservado para todos neste mundo, e no final estamos todos reunidos em um único ser, sem perda de identidade. Existe uma amizade e, como com os amigos, você aceita a existência de outros, então o nome de Deus é plural. É uma unidade composta por outros.

Quando você e eu entramos deliberadamente no estado chamado Abraão, fomos informados: “Com certeza, seus descendentes serão peregrinos em uma terra que não é deles e serão escravizados lá por quatrocentos anos. Então eles sairão com grandes posses. ” Quatrocentos é a última letra do alfabeto hebraico, cujo símbolo é uma cruz. Agora crucificado em uma peça de carne, você é escravizado por ela e deve desempenhar todas as suas funções normais e naturais. Independentemente de você ser um rei ou um servo, você deve desempenhar todas as funções do homem. Isso não é escravo? Mas um dia “eu”, que sou Deus, trarei minha identidade comigo, por limitação e escuridão, para o mundo da luz, pois estou me destacando. Foi Deus quem tomou a decisão e Deus que a cumpriu neste mundo maravilhoso.

Dizem-nos no 82º Salmo: “Eu digo: ‘Vocês são deuses, filhos do Altíssimo, todos vocês; contudo, vocês morrerão como homens e cairão como um homem, ó príncipes.’” Se você é um príncipe, seu pai não é rei? Saindo do Pai para a terra do esquecimento, a memória morreu quando caímos como um homem. Mas quando retornamos, somos o rei, pois retornamos como o Pai. Agora, Filhos do Altíssimo, o presente final de Deus para nós é ele mesmo, e Deus é Amor. Deus é Espírito e Deus é Luz! E você está destinado a experimentar tudo o que é reivindicado por Jesus Cristo no evangelho.

Não tente mudar a Bíblia – deixe como está. Fico espantado, mas não me incomodo ao ler como os grandes estudiosos a interpretam. Hoje, peguei a palavra “luz” e fiquei impressionado com a maneira como os estudiosos a interpretaram como uma figura de linguagem. Eles não podiam acreditar que a palavra pudesse ser entendida literalmente, então deram a ela todo tipo de interpretação. Essas são as grandes mentes do dia, homens que são donos da língua antiga, mas não sabem nada porque não tiveram a experiência. Eu digo que as escrituras são literalmente verdadeiras. Todos os preceitos de Jesus Cristo devem ser aceitos literalmente, pois serão experimentados literalmente, em uma região tão distante daquela que o homem conhece ou pode até conceber. Você nem consegue pensar aqui, mas Deus faz lá, e você saberá que é o personagem central das escrituras,

Nesse nível, você se concentra no que eu lhe disse esta noite. Você verá que isso renderá enormes dividendos. Você chegará ao ponto em que saberá que seu desejo já foi realizado. Então você suspirará e dirá: “Obrigado, pai”. Mesmo sabendo que você é o Pai, ainda pode se dirigir a ele como outro, mas um eu íntimo. “Quem me enviou está comigo, nunca me deixou. Se você me vê, vê aquele que me enviou, pois somos um. Eu e meu pai somos um. Você pode realmente desejar, agradecer a ele e esperar que ele apareça neste mundo – e assim será.

Agora, a mesma senhora que escreveu a carta sobre a cura disse: “Eu queria ver Bergman, então liguei para as agências. Liguei para amigos que achava que tinham influência; Fiz todos os esforços físicos para obter um ingresso sem sucesso. Então, agravado comigo mesmo, simplesmente assumi que estava na platéia, assistindo o show e gostando bastante. Alguns dias depois, um amigo que mora em Nova York telefonou para perguntar se eu poderia vê-lo em uma certa noite, pois ele estaria na cidade. Eu concordei e depois do jantar ele me levou para ver Bergman.

Esta senhora fez todos os esforços físicos para conseguir um assento, mas nenhum estava disponível. No entanto, quando ela assumiu que estava lá, a cinco mil quilômetros de distância, um amigo decidiu vir para o oeste e levá-la. Agora, as pessoas dirão que os ingressos estão disponíveis fora da cidade, ou que certos lugares são reservados para pessoas especiais, pois as pessoas sempre justificam tudo. Mas minha amiga não pediu justificativa, ela simplesmente assumiu que estava sentada no teatro e uma amiga a cinco mil quilômetros de distância cumpriu seu ato imaginal.

Você pode ser o que quiser, pois será o que está imaginando. Como o homem imagina, ele vive! De manhã, meio-dia e noite você não para de imaginar, porque a vela foi acesa. Jó nos diz que o espírito do Senhor é a vela em sua cabeça. Sua vela agora está acesa e você está se movendo através de um mundo de trevas em direção à realização de tudo o que você imaginou; então imagine o melhor, pois tudo é seu para ser tomado. Realize todos os desejos enquanto estiver aqui e, quando chegar ao fim, descobrirá que é Deus. Você começou como Deus e termina como Deus, pois “eu sou o começo e o fim, o primeiro e o último, o alfa e o ômega”. Deus não pode trazer à tona outro, então de si mesmo vem tudo o que faz de Deus, pois ele é o elohim, uma unidade composta. No princípio, Deus (elohim) é um feito de outros. Você e eu saímos dos elohim e, no final, voltamos como elohim, mas desta vez estamos conscientes de ser o Pai. Como filhos comuns (príncipes), retornamos como rei. Essa é a jornada para todos neste mundo.

Estou lhe dizendo por experiência própria que a história é verdadeira. Deus é luz. No livro de 1 João, ele fala como se tivesse apenas ouvido e ainda não experimentado, dizendo: “Contaremos o que ouvimos dele e proclamaremos a você que Deus é luz e nele não há trevas. ” Mas no Evangelho de João, ele fala por experiência própria e coloca essas palavras na boca do personagem central, dizendo: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não estará nas trevas, porque eu sou a luz da vida. ” Aqui vemos a luz identificada com a vida. Existe algo dentro de você que é toda luz, a luz da vida pela qual você anima e inicia as coisas se movendo, exatamente como a senhora viu a estátua. Estava morto, feito de mármore; mas como todos estavam perfeitamente formados, a madona ficou animada e começou a dançar. Você anima tudo, pois você é Deus, enterrado em seu corpo mortal, que é uma parte eterna do universo. Os corpos que você vê aqui são sepulcros. Eles parecem estar vivos enquanto você os usa, mas estão mortos. Você os anima, pois são os príncipes que – habitando como um homem – se fragmentaram em todas essas pequenas partes. Quem caiu foi o rei. Agora, um príncipe, você está se reunindo no chamado Deus Senhor Jeová, que é Jesus Cristo.

Eu sei que não faz sentido nesse nível. Não é esperado, mas eu digo a você que é verdade. Noite após noite, vou para a cama e vou além do mundo dos sonhos para o mundo da criação de espíritos, e dali atiro minhas flechas de fogo, sabendo que elas nunca erram. Então alguém me trará uma mensagem, dizendo que ela viu círculos após círculos após círculos no ar e uma flecha penetrar no menor círculo e girar. Ela trouxe de volta uma imagem, pois é exatamente isso que acontece. A flecha nunca erra o alvo. A mensagem sempre penetra e incendeia o que já está lá. Então eu digo a você: suas imaginações, seus sonhos, suas visões, são flechas de fogo disparadas por um ser que é tudo luz!

Agora vamos ao silêncio.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *